Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Assins & Assados

Vanilla Black - boa comida vegetariana

por Paulina Mata, em 08.05.19

photo3jpg.jpg

 

amarelo.jpg

 

 

Por vezes há dias de sorte... ou será que é muito treino e experiência?  A lista tinha 19 opções e eu escolhi uma, e acertei! Entre fraldas, exames, cozinhar e preparar biberons e fazer o relatório das minhas atividades dos últimos três anos pouco tempo ficava, ainda refilei pela escolha ser complicada...mas não tive outro remédio. Nas vésperas da ida a Londres a minha filha perguntou-me onde queria almoçar, disse-lhe que escolhesse ela, o almoço teria que ser vegano e ela é que estava a par do que havia. Foi na sequência desta conversa que recebi a tal lista. Perante a minha indignação com a extensão da lista, ela disse-me que em Londres há mais de 300 restaurantes vegetarianos e veganos e ela desses tinha escolhido apenas 19 (com o link dos respetivos sites) para me facilitar o trabalho. Nos intervalos do trabalho, roupa, cozinha, fraldas e biberons fui clicando nos links e olhando para os menus. Rapidamente arranjei um critério: hamburgueres, pizzas, bowls e coisas do género estavam fora de questão. A redução foi drástica a lista passou de 19 para 5. Uma breve vista de olhos aos menus e a escolha foi o Vanilla Black. Ainda por cima era central, o que dava jeito. Nem li mais nada.

 

Hoje percebo que a escolha foi boa, depois de ter lido meia dúzia de críticas que dizem coisas como que é o melhor restaurante vegetariano de Londres, que se pudessem escolher só um seria o Vanilla Black, que tem uma comida surpreendente e inovadora e outras coisas do género. O restaurante, de Andrew Dargue and Donna Conroy, não é recente, abriu em 2004, numa altura em que ser vegetariano ou vegano não era tão comum. Sendo vegetarianos cansaram-se de ir a restaurantes e nem precisarem de olhar para o menu para escolher os pratos pois as massas, o risotto de cogumelos e os caris de vegetais eram sempre as opções. Havia mais mundo para além daquilo... Abriram um restaurante em que ficou definido não haver estes pratos. De facto é um restaurante de fine dining que por sinal é vegetariano, e com muitas opções veganas.

 

O restaurante é em Holborn, numa rua estreita numa zona de edifícios altos que parecem de empresas, acho que por ali há também várias coisas ligadas à justiça. O ambiente é bastante clássico e elegante, paredes claras, madeiras e uma iluminação que cria um ambiente intimista. As empregadas de mesa (só vi mulheres) de preto e branco, com um ar bastante clássico também. 

 

20196.jpg

 

Ao almoço funciona com menu de degustação dois pratos 23 £, três pratos 28,5 £. Escolhemos comer apenas entrada e prato principal, e como éramos 3 pessoa pudemos experimentar todas as entradas e pratos.

 

IMG_20190427_122700.jpg

Salted Caramel Beans and Black Olive Madeleine

Burnt Lemon, Tomato and Green Olive Mayonnaise

 

Este foi o primeiro prato que provei e era tão, tão bom! A diversidade de sabores e a sua intensidade, a variedade de texturas. Excelente! Talvez o prato de que mais gostei. Mas os que seguiram eram muito bons também.

 

IMG_20190427_122720.jpg

Whipped "Cheese", Branston Pickle Toffee and Sourdough

Cellery and Lovage Jam and Walled Garden Salad

 

IMG_20190427_125456.jpg

Cauliflower Croquette, Endive and Cocoa

Pickled Cauliflower and Puree

 

IMG_20190427_125331.jpg

Warm Mushroom Paté, Lemon and Rice

Field Mushrooms and Spinach

 

Nos últimos anos cresceu muito a oferta de refeições vegetarianas e veganas,  mas em restaurantes de fine dining ainda não são muito comuns. É sempre com muito prazer que as experimento e acabo por concluir que não sinto particularmente a falta do peixe ou da carne.  Que é possível ser criativo e obter resultados de alto nível.

 

O preço é mais do que razoável para o que foi servido, e se tivermos em conta que o restaurante é o centro de Londres, mais razoável é ainda.

 

Ficou a vontade de voltar um dia ao jantar para experimentar pratos mais elaborados...

 

 

1ª foto DAQUI

2ª foto DAQUI

 

 

6 comentários

Comentar post