Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Assins & Assados

Arkhe - Sem carne, sem peixe, mas com muito sabor

por Paulina Mata, em 29.09.19

IMG_20190925_204800.jpg

 

amarelo.jpg

 

 

Gosto  muito de melancia. Não foi a primeira vez que a comi como um elemento central de um prato salgado, mas os dedos das duas mãos são demais para contar as vezes que isso aconteceu. Este mês aconteceu duas vezes.

 

Fiquei curiosa quando li vi no menu a entrada de Crocantes de Tapioca e Beterraba com Melancia, Mostarda de Dijon e Alcaparras. Ela chegou, e a melancia era de facto o elemento central. Fatias finas de melancia, bem temperadas e com uma textura que fazia lembrar a carne. Não tenho a certeza se o efeito da cor não se perde no crocante, e até se este é o acompanhamento ideal. Mas gostei do conjunto e adorei a melancia.

 

Esta foi uma entrada de uma boa refeição. Aqui e ali, como em qualquer refeição deste tipo, algo a precisar de ser mais trabalhado, mas pratos muito bons e com características bem diferentes.

 

IMG_20190925_204806.jpg

Flatbread de Batata, Courgette Grelhada, Mousse de Queijo de Cabra, Pickles de Shimeji e Avelãs

 

IMG_20190925_211215.jpg

Shiitake, Couve Flor Assada, Demiglace de Umeboshi, Ameixas e Nozes

 

IMG_20190925_211228.jpg

(Excelente) Tortellini de Kimchi, Creme de Cenoura e Miso, Espuma de Parmesão 

 

IMG_20190925_215623.jpg

Granita de Abacaxi e Gengibre, Creme de Coco, Abacaxi Assado e Praliné de Amêndoas

 

IMG_20190925_215644.jpg

Morangos , Bolo de Amêndoa, Creme de Maracujá, Sorvete de Frutos Vermelhos

 

Refeições deste tipo, sem carne e sem peixe, são ainda pouco comuns. Já comi algumas, mas os dedos das duas mãos são demais para contar as vezes que isso aconteceu.  

 

O que acho mais interessante na cozinha nos últimos anos é a criatividade que origina pratos excelentes, sem recurso a produtos de origem animal.  Não vou deixar de comer carne e peixe. Não quero fazê-lo. Mas tem sido a descoberta de "outro mundo", em que se tem que pensar e cozinhar muito fora dos padrões habituais, novas ideias, novas técnicas, novos sabores.

 

PS

Este post é idêntico ao anterior. Duas experiências diferentes em dois países diferentes. Duas experiências com muita coisa em comum, que achei que ficavam bem contadas em paralelo. 

Não foi a primeira fez que fui ao Arkhe e as experiências foram idênticas. Os pratos são mais bonitos do que as fotos deixam ver, mas a luz do restaurante não me permitiu conseguir melhor...

 

Arke - Boqueirão do Duro, 46, Santos, Lisboa

 

4 comentários

Comentar post