Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Assins & Assados

Assins & Assados

28
Jul23

Por acaso fui a primeira cliente do Hanoi Green!

Hanoi Green.jpg

 

amarelo.jpg

 

Foi há cerca de um mês, num dia de grande calor. Pela hora de almoço estava no Cais do Sodré, queria comer, mas nem sabia bem o quê... A certa altura passei em frente de um restaurante vietnamita, no passeio um quadro indicava que estavam em Soft Opening. Gosto muito da comida dos vários países da Ásia, regularmente sinto quase necessidade de ir a um restaurante asiático. Restaurantes vietnamitas em Lisboa, até há pouco tempo eram inexistentes e agora ainda são pouco habituais. Tudo boas razões para entrar no Hanoi Green...

Era a única cliente, sentei-me e senti alguma atrapalhação no serviço. Normal, estavam em soft opening... havia que fazer formação.

A proposta para o almoço era um menu com entrada, prato e sobremesa, havendo possibilidade de escolher entre duas ou três sugestões de entradas e pratos.

Escolhi uma entrada fresca, como a temperatura naquele dia pedia...

 

crepe.jpg

 

Comecei a comer e, inesperadamente, oiço:  "Paulina, por aqui?". Um chefe português que, pelo que entendi, conhecia os donos, e que por ali tinha passado naquele dia para dar um apoio. Foi ele que me disse que era o dia de abertura e eu era a primeira cliente. 

Chegou depois o prato, não me lembro do nome, mas era um Pho (espero não estar a cometer nenhuma incorreção), mas com peixe.

 

prato.jpg

 

Muito bom, fresco e leve, como o dia pedia... Na conversa fui sabendo que pretendem fazer comida vietnamita autêntica, da sua região de origem, em que os pratos têm algumas características próprias.

Por fim chegou a sobremesa. Os nossos hábitos relativamente a sobremesas são bem diferentes dos dos asiáticos, mas não era a primeira vez que me era servida uma sobremesa como a que me trouxeram.  É um tipo de sobremesa de que gosto muito, era tão fresca que melhor não podia pedir naquele dia de calor.

 

sobremesa hanoi.jpg

 

Quando saí, já havia um casal a almoçar numa outra mesa. Mas fui a primeira cliente! Nunca me tinha acontecido tal. Uma coincidência engraçada!

Gostei do que comi e vou certamente voltar, seja quando ali passar, quando a vontade de comer comida asiática me "atacar", ou quando me apetecer viajar à mesa em Lisboa.

 

Hanoi Green - Tv. do Carvalho 33, Lisboa

1ª Foto DAQUI

 

 

18
Jul23

Como é que só agora descobri o Mãe - Cozinha com Amor?

Mae1.jpg

 

amarelo.jpg

 

Abriu em dezembro de 2017, mas só o descobri recentemente. E tenho pena... é que gostei muito! Combinei um almoço com um amigo e ele sugeriu irmos ao Mãe - Cozinha com Amor, nunca tinha ouvido falar, mas esse amigo conhece tudo quanto é restaurante, e se ele dizia que valia a pena, era porque valia mesmo. Tanto valia que voltei lá para almoçar menos de uma semana depois.

O Mãe é um projeto de João Diogo Saloio, que está na cozinha, e Raimundo Ferreira, que dirige a sala. Dizem eles: "Falámos com as nossas e com mães de amigos nossos para termos várias receitas. Depois, adaptámos com um ligeiro toque de cozinha moderna.". Adaptaram muito bem! Atrevo-me a dizer que na maior parte dos pratos o resultado é superior o original.

O restaurante é na Estefânia, no toldo algumas frases que todas as mães dizem...

 

Mae 2.jpg

 

Uma sala simples, com bastante luz, nas paredes fotografias de mães, imagino que das deles e das de muitos clientes, e até de algumas clientes. O menu está num quadro que nos trazem à mesa - cerca de uma dúzia de petiscos e meia dúzia de pratos principais. Na primeira visita ficámos pelos petiscos, na segunda para além de alguns petiscos, partilhámos um prato. 

Fui logo avisada que não podia perder o Pica-Pau do Mar, e de facto vale a pena! Destaca-se a frescura dos peixes e o saboroso molho, que vai muito bem a ensopar o bom pão do couvert.

 

pica pau do mar.jpg

 

Mas os Tacos de Atum não ficaram nada atrás...

 

taco de atum.jpg

 

Num registo completamente diferente, as deliciosas Bochechas com Figos e Nozes.

 

bochechas com figos.jpg

 

Comi outros petiscos, também bons, mas estes foram os que se destacaram. Dos pratos principais apenas experimentei o Arroz de Pato. Diferente e muito bom. As cerejas e as beldroegas davam-lhe o toque de originalidade e frescura.

 

arroz de pato.jpg

 

Quanto às sobremesas, provei duas.

 

sobremesa.jpg

Doce de Abóbora, Bolo de Noz e Requeijão

 

toucinho do céu.jpg

Toucinho do Céu com Creme de Maracujá

 

Embora tenha achado mais encanto nos pratos salgados, estas cumpriram o seu papel.

Vou voltar (muitas vezes)! Para além da boa comida, o preço é justo. Nas duas refeições ficou abaixo dos 30 euros por pessoa.

Só tenho pena de só agora ter descoberto o Mãe, mas mais vale tarde do que nunca...

 

1ª e 2ª Fotos DAQUI

 

Mãe - Cozinha com Amor  -  Rua Dona Estefânia, 92B, Lisboa

 

02
Jul23

Tão gourmet... Não é nada gourmet...

sardinha assada.jpg

 

vermelho.jpg

 

Há dias apeteceram-me umas sardinhas assadas. Fui comê-la a um restaurante de bairro que serve comida portuguesa. Chegou-me à mesa uma travessa com sardinhas e batatas cozidas, e uma salada. Ao lado puseram um galheteiro com azeite e vinagre Gallo.

Pus no prato uma sardinha e uma batata e temperei a batata com azeite. Apercebi-me imediatamente de uma incongruência olfativa - cheirava a trufa!!!! Não podia ser! Naquele contexto e a comer sardinhas... só podia ser impressão minha. Cortei a batata, meti na boca e lá estava o aroma a trufa. Resolvi investigar o que estava naquele galheteiro. Conclusão... o meu olfato não me estava a enganar, o que lá estava era isto:

 

azeite com aroma de trufa.jpg

 

Pedi que me trouxessem um azeite sem aroma, mas o almoço ficou estragado! Fiquei também a pensar em como tinha ido aquilo ali parar. Escolheram comprar? O vendedor impingiu aquilo? Fosse o que fosse, é importante que haja bom senso e algum conhecimento!

Tão gourmet... não é nada gourmet...

 

Mais sobre mim

Seguir

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Comentários recentes