Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Assins & Assados

Mais um atentado...

por Paulina Mata, em 19.03.16

DSC08712.JPG

vermelho.jpg

Esta foto tirei-a na İstiklâl Caddesi, a avenida onde houve um atentado hoje. Que época triste em que vivemos... Que coisa terrível aconteceu mais uma vez.

 

Fez-me, contudo, recordar uma cidade fantástica, onde fiquei como muita vontade de voltar. Fez-me lembrar este restaurante, também na İstiklâl Caddesi, onde numa montra mulheres faziam o pão que era servido. Na outra janela vendiam-se os famosos gelados turcos.

DSC08480.JPG

O pão vendido na rua ... uma das boas memórias que tenho de Istambul...

2550775331_142bae01a9.jpg

Recordei sobretudo uma das coisas mais impressionantes que já presenciei, um jardim repleto de famílias com as suas merendas para no Ramadão, ao fim da tarde, comerem a sua primeira refeição em conjunto. Algo que nunca esquecerei.

DSC08791.JPG

DSC08796.JPG

DSC08803.JPG

DSC08817.JPG

 

E a seguir era a festa até de madrugada...

DSC08797.JPG

DSC08800.JPG

DSC08882.JPG

Uma viagem que fiz com a melhor companhia do mundo.

DSC08558.JPG

 

Quando a lei proíbe certas cozinhas, tudo está mal.

por Paulina Mata, em 19.03.16

Verona.jpg

verde escuro.jpg

 

O presidente da câmara de Verona promulgou recentemente uma lei  em que proíbe a abertura de restaurantes de certos tipos de cozinha - em particular cozinhas étnicas (ver uma notícia aqui), para proteger a tradição da cultura típica de Verona (e certamente por outras razões não explicitadas, mas óbvias…). É grave, muito grave…

 

Já há alguns anos uma ministra italiana proibiu o uso da cozinha molecular em Itália para proteger a perfeita cozinha italiana. Um lei absurda e que pouco durou.

ban MC.jpg

 

As coisas têm que se impor, e ser protegidas, pela sua qualidade, não pela proibição de outras! Não faz sentido e é muito perigoso.

 

último artigo de Jay Rayner fala precisamente sobre isto e ainda sobre os mecanismos de proteção de alimentos. Apresenta argumentos contra que nunca me tinham ocorrido, mas que fazem pensar… Sendo o objetivo destes mecanismos manter e proteger a cultura tradicional e a qualidade, diz J. Rayner que frequentemente têm efeitos perversos. Dá como exemplos a transformação de produtos básicos tradicionais em produtos de luxo, ou ainda o facto da proteção da receita ou método de fabrico impedir a evolução dinâmica que caracteriza o desenvolvimento dos produtos tradicionais. Argumentos interessantes e que dão que pensar…

 

Tudo isto me fez lembrar o pastel de bacalhau com queijo da serra que foi/tem sido objeto de fortes reações...

pastel bacalhau.jpg

 

1ª foto DAQUI