Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Assins & Assados

Uma Mulher que muito fez pela Cozinha Portuguesa

por Paulina Mata, em 08.03.16

MLModesto-14.jpg

 

castanho claro.jpg

 

Hoje é o Dia Internacional da Mulher. É um bom dia para homenagear todas as mulheres anónimas que, com a sua criatividade e trabalho, têm desenvolvido ao longo de séculos, quase sem nenhum reconhecimento, a nossa cozinha tradicional. 

 

Também é altura de homenagear uma Mulher - Maria de Lourdes Modesto - que muito tem contribuído para valorizar o trabalho dessas mulheres anónimas, para preservar o nosso património gastronómico, e para a forma como hoje cozinhamos.

 

O seu trabalho foi também essencial para que eu pudesse descobrir que havia mais para além do que se cozinhava em casa da minha família, para que eu aprendesse a cozinhar...

 

Fica aqui uma pequena história que tanto eu como a Maria de Lourdes contámos já a algumas pessoas. Um dia, há muitos anos... quase 40... escrevi à Maria de Lourdes Modesto a dizer que tinha acabado um curso de engenharia química, tinha começado a dar aulas numa universidade, mas do que eu gostava era de cozinhar. Que tinha decidido mudar de vida, tinha ido à Escola de Hotelaria de Lisboa, e me tinham dito que era muito velha para começar, que não acreditavam que quisesse mudar de vida... em resumo, que não me aceitavam. Pedia o conselho dela.

 

Qual não foi o meu espanto quando, uns dias depois, ao chegar a casa, tinha um recado a dizer que a Maria de Lourdes me tinha telefonado e com um número para eu lhe ligar. Foi tão importante para mim! A Maria de Lourdes disse-me que tinha falado com o diretor da escola, que excepcionalmente estavam dispostos a aceitar-me, mas não me dariam nenhum diploma. Nessas condições, decidi ficar onde estava... quando se gosta muito de alguma coisa, arranja-se forma de ela ter um papel importante na nossa vida e assim foi sempre sendo. Hoje acho que foi melhor assim. Acho que a Maria de Lourdes me entende.

 

Muitos anos depois cruzámo-nos. Eu disse-lhe que lhe tinha escrito um dia, ela disse-me que possivelmente não me tinha respondido, que recebia tantas cartas que não era possível... Mas tinha... e lembrava-se bem. E tantas vezes já  falamos disto. Disto e de inúmeras outras coisas...

MLM MJE.jpg

É um orgulho hoje ser amiga da Maria de Lourdes! É um privilégio poder sempre aprender mais com ela.

 

 

Agradeço ao Pedro Cruz Gomes a 1ª foto e à Maria José Elias o desenho.