Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Assins & Assados

Porque há Assins & Assados que marcam os dias... Um Ano Depois...

por Paulina Mata, em 25.01.17

19149547_IghVN.jpeg

 

cinzento.jpg

 

Faz hoje um ano que tornei este blog público. De facto, o primeiro post escrevi-o a 4 de Janeiro de 2016. Depois, durante 3 semanas, não consegui escrever nada, hesitei se deveria torná-lo público, tive medo que aquele vazio de ideias se prolongasse, tive medo que não pudesse dispor do tempo que me ocuparia dar-lhe um mínimo de atenção... Depois, a 25 de Janeiro de 2016, mergulhei de cabeça na aventura que é ter um blog. Escrever posts, é como as cerejas... vêm uns atrás dos outros. Na primeira e segunda semana propus-me escrever diariamente, não queria um blog sem posts. Depois... tomei-lhe o gosto, e escrever passou a ser quase uma necessidade. Durante largos períodos escrevi diariamente. Houve outros em que o trabalho ou outras razões não me permitiram escrever, mas em que senti muito a falta de o fazer, e a necessidade de arranjar tempo para me sentar à mesa e escrever.

 

Referi no primeiro post, descrevendo as razões que me levaram a iniciar este blog: 

E com a mudança que tem ocorrido no mundo, na gastronomia, na vida... acho que preciso de pensar, de reflectir, de descobrir o que sinto. De certa forma preciso de repensar tudo. Escrever ajuda a aprofundar e arrumar ideias. Este é um dos objectivos deste espaço, que será sobretudo vocacionado para um tema que me apaixona: o que comemos e como comemos... mas que não tem que ser exclusivamente dedicado a ele.

Ao longo do tempo fui descobrindo que o que escrevo, sobretudo sobre experiências, me ajuda a aprofundá-las e funciona como um arquivo dessas mesmas experiências. Um arquivo onde posso voltar sempre que preciso ou quero. Onde encontro sempre detalhes que a memória e a voracidade dos dias não permitiram manter vivos. E é bom revivê-los... Este espaço também será um arquivo de memórias, experiências e emoções.

 

Hoje, olhando para os 270 posts que publiquei durante este ano, sinto que este blog tem sido o que inicialmente me propus fazer dele. Acho que começo a entender o que sinto neste momento relativamente a este mundo da gastronomia. Um mundo complexo e com muitas componente, e o meu interesse por cada uma delas vai variando ao longo do tempo... Acho que entendo melhor o que me interessa e valorizo mais neste momento. Espero que o próximo ano me permita entender ainda melhor, reflectir e aprender mais . Cada vez gosto mais de olhar para coisas corriqueiras e simples, aparentemente sem história, e descobrir a complexidade e o fascínio da história por detrás delas. 

 

No meu primeiro post disse também:

São razões muito pessoais, egoístas mesmo, que me motivam a escrever... Mas ao longo destes dez anos percebi que o facto de haver do outro lado quem lesse o que escrevia era muito importante, fundamental mesmo, porque me obriga a pensar alto e de forma mais cuidada, porque as contribuições e as discussões, sobretudo aquelas com boas argumentações, constituem Assins & Assados que me marcam os dias e que me mudam. Espero que de vez em quando estes Assins & Assados possam também contribuir para marcar os vossos dias e desta forma agradecer-vos o que me dão.

 

A todas as pessoas que me lêem agradeço muito. É muito bom ter-vos do outro lado, e sentir o vosso interesse. Obrigada aos que comentam, agradeço-vos imenso, é óptimo trocar impressões convosco. Obrigada aos que não comentam mas, quando me encontram, me dizem que lêem o Assins & Assados (por vezes nem nos conhecíamos pessoalmente antes). É muito gratificante. Obrigada aos que não comentam, mas lêem (eu também leio regularmente vários blogs que nunca, ou raramente, comentei).

 

Um novo ano de Assins & Assados vai começar, um ano diferente, porque a Vida seguirá também percursos diferentes. Mas, como dizia há um ano, vou estando por aqui, e espero encontrar-vos.

 

Até já!

 

 

10 comentários

Comentar post