Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Assins & Assados

Peixes do Rio Guadiana no Café Garrett

por Paulina Mata, em 29.03.17

cafe-garrett-sala-2772c.jpg

 

amarelo.jpg

 

Há dias recebi um convite do Café Garrett, no Teatro Nacional D. Maria II. O Chef Leopoldo Garcia Calhau, convidava-me para um jantar com Peixe do Rio Guadiana, apoiado pela Câmara Municipal de Mértola e pelo Festival do Peixe do Rio do Pomarão. Um jantar que se inseria numa das iniciativas que o Café Garrett tem vindo a desenvolver, e que consiste em convidar festivais que ocorrem em várias regiões do país para promovê-los, assim como aos respetivos produtos. 

 

Tenho sempre curiosidade em ver outras interpretações dos nossos sabores. Também já tinha ouvido falar do trabalho de Leopoldo Garcia Calhau, que deixou a arquitetura para se dedicar à cozinha. Tinha, inclusivamente, tentado ir ao seu anterior restaurante - Sociedade na Parede, mas estava fechado na altura.

 

Fui recebida com pão, azeite e umas boas azeitonas pretas galega.

 

IMG_20170321_232621 r.jpg

Pão Alentejano e Azeite da Cooperativa da Vidigueira

Vidigueira . Espumante VDG . Antão Vaz

 

Já na mesa, esperavam-nos alguns petiscos

 

IMG_20170321_205735 r.jpg

Sável Fumado, Rábano e Coentros

Rissol de Peixe do Rio

Lúcio Pão e Pimentos

Vidigueira . Espumante VDG . Antão Vaz

 

Uma boa forma de começar. O lúcio cru. levemente marinado, e muito fresco, e o rissol bastante saboroso, recheado essencialmente com ovas.

 

IMG_20170321_210742r.jpg

 

Seguiu-se um caldo

 

IMG_20170321_211712r.jpg

Boga, Clorofila e Espargos Verdes

(vulgo "Caldo Verde" com Boga e Espargos Verdes Silvestres)

Vidigueira . Antão Vaz . 2015

 

Primeiro o impacto da cor, um verde vivo, do caldo, depois descobria-se o peixe e os espargos.  Uma boa introdução para os pratos que se seguiram:

 

IMG_20170321_213833 r.jpg

Sável, Brandade do mesmo e Azeitona

(vulgo Brandade de Sável com Chips do mesmo)

Vidigueira . Antão Vaz . 2015

 

A brandade muito saborosa, o sável com uma fritura que o deixava crocante, a azeitona desidratada por cima.

 

IMG_20170321_215819r.jpg

Achigã, Tomate Cherry e Gema de Ovo

(vulgo Sopa de Tomate com Achigã)

Vidigueira . Reserva . Antão Vaz e Perrum . 2013

 

Delicioso!

IMG_20170321_222240 r.jpg

Lúcio Perca, Batata e Pimentos

(vulgo Caldeirada com Lúcio Perca)

Vidigueira . Reserva . Antão Vaz e Perrum . 2013

 

Em miúda, quando comia a caldeirada, esmagava a batata para embeber bem o molho. Verdade, verdade... ainda o faço. Aqui já vinha esmagada, e com um forte sabor a caldeirada e lembrou-me imediatamente o esmagar das batatas no molho da caldeirada. Quanto ao peixe, vinha de duas formas diferentes, cozinhado e com a pele crocante e cru, levemente marinado, como tinha surgido nos petiscos iniciais. Dois sabores e duas texturas a complementar o puré da caldeirada. Muito bom!

 

IMG_20170321_224845.jpg

Lampreia, o seu Sangue e Pão Alentejano

(vulgo Lampreia com Migas da mesma)

Vidigueira . Syrah . 2015

 

Lampreia é sempre bom, sobretudo quando é bem cozinhada como esta estava. Nunca a tinha comido com migas, e dão-se bem.

 

IMG_20170321_231315.jpg

Enguia, Arroz e Enchidos

(vulgo Enguia Fumada com Arroz de Fumeiro)

Vidigueira . Syrah . 2015

 

Bonito, uma ideia interessante, mas um pouco de fumo a mais... é que eu não sou grande fã de fumados. O fumo tem mesmo que ser muito discreto. E neste prato não era... um prato a ser mais trabalhado.

 

IMG_20170321_234317 r.jpg

Noz, Grão e Suspiro

(vulgo Pudim de Noz da Joana com Puré de Azevias e Suspiros)

Vidigueira . Vinho Licoroso

 

Sem peixe do rio, mas com sabores fortes e familiares, e com a Joana (a Mãe do Leopoldo) mesmo ali ao lado, uma boa forma de terminar.

 

Frequentemente, nas interpretações dos nossos sabores, o leque de produtos é reduzido, e fico com a sensação que se podia fazer mais, e mais interessante com produtos menos óbvios e menos conhecidos. Outras vezes, essas interpretações envolvem a fusão com sabores de outras paragens. Uma aproximação também legítima, e que pode ser interessante, mas é também importante explorar de forma diferente apenas os nossos sabores. Foi isso que aconteceu aqui. Um conjunto de pratos originais, saborosos e tratando de forma diferente os peixes do rio. Pratos muito bem acompanhados por vinhos da Adega Cooperativa da Vidigueira, Cuba e Alvito. Gostei muito!

 

Fiquei também com vontade de ir ao Café Garrett para conhecer melhor o trabalho de Leopoldo Garcia Calhau no dia a dia.  Um dia destes conto...

 

 

Café Garrett - Praça Dom João da Câmara - Teatro Dona Maria II

Festival do Peixe de Rio do Pomarão 1 e 2 de Abril - Pomarão - Mértola

 

 

1ª foto DAQUI