Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Assins & Assados

Paul's Pastéis de Nata, ou seja, os nossos Pastéis de Nata

por Paulina Mata, em 05.10.17

gbbo.jpg

 

beige.jpg

 

Que Lisboa está na moda, todos sabemos. Basta dar umas voltas pela cidade e ver a quantidade de turistas. Mas mesmo longe, também dá para me aperceber disso. Quando num período de poucos meses duas editoras inglesas publicam livros sobre a cozinha de Lisboa (este e este) ou quando abro a televisão, está a dar o The Great British Bake Off, um programa muito popular que já vai na oitava série, e o desafio técnico aos concorrentes é fazerem pastéis de nata.

 

Passou uma boa reportagem sobre os pastéis de Belém, em que foi dado bastante destaque à forma de colocar a massa folhada.

 

IMG_20171004_213159.jpg

IMG_20171004_213436.jpg

IMG_20171004_213350.jpg

IMG_20171004_213331.jpg

 

Os sete concorrentes fizeram a sua versão, todos com base numa receita que lhes foi dada, o que envolvia fazer a massa folhada e o creme, montar os pastéis e cozê-los. Fazer em fornos domésticos é difícil, nunca fica a mesma coisa. Os resultados foram variados, mas o que ganhou pareceu-me uma boa versão. A análise pelo júri era bem completa, o pastel era virado ao contrário para ver se os círculos da massa eram visíveis, era analisado globalmente, depois cortado, a textura do creme analisada e finalmente eram provados.

 

IMG_20171004_214330.jpg

IMG_20171004_214347.jpg

IMG_20171004_214437.jpg

IMG_20171004_214449.jpg

 

Uma pequena busca e já deu para ver algumas repercussões, de que destaco o caso de um hotel que "aproveitando a boleia " do programa os disponibiliza e, inclusivamente, puseram on-line um filme com todo o processo de produção:

 

 

 Ah! e para confirmar que Lisboa está na moda, o apresentador do programa, este senhor:

 

IMG_20171004_213450.jpg

 

disse que as pessoas em Lisboa são tão, tão bonitas, que foi a cidade em que ele se sentiu mais feio. Como diria Fernando Pessa, “E esta, hein?”