Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Assins & Assados

Os vinhos da Quinta de Lemos

por Paulina Mata, em 30.07.16

quinta de lemos.jpeg

 

 

azulescuro.jpg

 

 

Após chegar à Quinta de Lemos e descansar um pouco no lindíssimo quarto com os excelentes têxteis da Abyss e da Habidecor de Celso Lemos, aproveitei o tempo que faltava para o jantar para fazer uma pequena caminhada até à adega e visitá-la.

 

Com o sonho de criar vinhos dedicados aos seus amigos mais próximos e à família, vinhos que promovessem a união de pessoas em torno de boas conversas e que reforçassem a ligação entre elas. Celso Lemos adquiriu, em meados dos anos de 1990, uma quinta no vale do Dão numa altitude de 340 m, onde se encontram 25 hectares de vinha e 3000 de oliveiras. Na Quinta de Lemos são produzidos os seus vinhos, sendo o enólogo responsável Hugo Chaves, também de Viseu, que participou na fundação da quinta em 1997. 

 

Os vinhos são produzidos exclusivamente de variedades autóctones, nomeadamente Touriga Nacional, Tinta Roriz, Jaen e Alfrocheiro, e todos os anos a Quinta de Lemos apresenta duas misturas e diversos vinhos monovarietais. Recentemente foram introduzidos no mercado seis novo vinhos das colheitas de 2011: os monocasta Jaen, Alfrocheiro, Tinta Roriz e Touriga Nacional, os blends  Dona Santana e Dona Georgina; e ainda o Dona Paulette da colheita de 2014, um vinho branco 100% Encruzado..

 

São vinhos produzidos, numa moderna adega, em quantidades relativamente reduzidas e em que o objectivo é a qualidade.

 

IMG_20160714_160433.jpg

IMG_20160714_161443.jpg

 

Para uma das paredes da sala em que o vinho é mantido até à entrada no mercado aproveitou-se uma rocha natural, permitindo tal através da infiltração da água na pedra, manter os níveis adequados de humidade.

 

IMG_20160714_163346.jpg

 

A qualidade que se pretende é reflectida também pela embalagem, em que as garrafa são embrulhadas em papel de seda, sendo depois colocadas em caixas de madeira.

 

Image-Quinta-05.jpg

 

Segundo o site da Quinta de Lemos as quatro luas reunidas num círculo que surgem nas garrafas, simbolizam não só os quatro pontos cardeais explorados por esta família, mas também as quatro montanhas que protegem a Quinta de Lemos dentro do vale do Dão, bem como as quatro variedades de vinho utilizadas nos vinhos do Dão e finalmente, os quatro valores da família: Humanidade, Simplicidade, Visão e Partilha.

 

Há muitos factores que determinam a percepção que temos do que comemos e bebemos, passar pelas vinhas, conhecer o local onde estes vinhos são produzidos, conhecer as pessoas que os produzem, assim como os valores que motivam a sua produção, cria-me necessariamente uma ligação diferente com estes óptimos vinhos, alguns que já conhecia e outros que tive oportunidade de beber ao jantar. 

 

1ª e última foto cedidas pela Quinta de Lemos.