Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Assins & Assados

Os cheiros que nos transportam para outras épocas e situações

por Paulina Mata, em 27.10.16

churros.jpg

 

rosa.jpg

 

Há dias a minha filha mais nova mandou-me o texto em baixo. Gostei tanto, que não resisto a partilhá-lo...

 

Na estação e comboios há um restaurante espanhol de tapas. Há uns meses alguém tinha escrito no grupo de facebook "Birmingham Vegans" que os churros de lá eram vegan. Há dois dias lembrei-me disso e quando saí do trabalho passei lá para comprar uns churros para comermos em casa.

 

Os churros sabiam exactamente ao mesmo que sabem as farturas. Enquanto os comia, deliciada, disse ao XXX  "engraçado, estou aqui sentada no sofá em Birmingham a comer uns churros espanhóis mas assim que dou uma dentada sou automaticamente e inconscientemente transportada para lembranças de nós os dois a ir aos santos populares em Lisboa, ou àquela vez em que fomos ao festival do caracol com a minha Mãe e a minha Avó e no fim comprámos farturas".

 

Nos últimos dias tem-me acontecido vários vezes: ontem ao falar com uma pessoa fui automaticamente transportada para o tempo em que vivíamos em Leeds, quando tinha 5 anos, por causa do perfume dela. Hoje ao pôr pão a tostar no forno para o jantar, assim que abri o forno o cheiro do pão fez-me automaticamente lembrar os tempos em que em pequenina passava semanas na casa da Praia da Rocha. Não faço ideia porquê, nem me lembro de comer pão tostado no forno na Praia da Rocha, mas o meu cérebro lá há-de ter uma razão para tal associação. Contei isto ao XXX, e ele lembrou-se de um diálogo que houve uma vez numa série de TV que víamos. Fui logo procurar à net e encontrei a transcrição:

 

Personagem 1 (ao falar do jantar que acabou de cozinhar):

"It always amazes me the way the senses work in connection to my brain...Taken separately, these ingredients alone don't remind me of anything...But in this precise combination, the smell of this meal instantly brings me back to my childhood. How is that possible?"

Personagem 2 (um engenheiro químico com uma resposta que é mesmo à cientista, hehehe):

"Basically it all takes place in the hippocampus. Neural connections are formed. The senses make the neurons express signals that go right back to the same part of the brain as before...Where memory is stored. It's something called relational memory."

 

Engraçado... seja memória relacional ou seja o que for, é sempre bom lembrarmo-nos de coisas passadas, ainda mais a cheirar/provar comidinha boa!