Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Assins & Assados

Os caracóis são como as cerejas, uns arrastam outros.

por Paulina Mata, em 24.06.17

caracol de caracois1.jpg

 

rosa.jpg

 

A foto está péssima, mas é o que há! E fiquei muito feliz por encontrá-la. Mas comecemos pelo princípio. Gosto muito de caracóis. Nesta altura do ano é frequente ir ao mercado ou ao supermercado comprar caracóis para cozer. Hoje, entre horas a ler teses e trabalhos, lá fui ao supermercado comprar caracóis. De regresso, enquanto os cozia, pus-me a pensar em como é raro encontrar caracóis em pratos de restaurantes, aliás um pensamento recorrente desde que este ano começou a época dos caracóis.

 

Quando falo de restaurantes, estou a pensar em restaurantes com uma cozinha criativa, não estou a considerar os que na montra têm um letreiro a dizer "Há Caracóis!, nem sequer os que estão presentes no Festival do Caracol em Loures, onde vou todos os anos, admiro a variedade da oferta e adoro os pastéis de nata com caracol e oregãos. Mas isso são outros assuntos... Delimitado o conjunto de restaurantes que considerei, tenho que dizer que foram pouquíssimas vezes que no menu encontrei algum prato com caracóis.

 

Pensei, pensei, pensei... e depois de muito puxar pela cabeça, lembrei-me de 5 vezes em que ao longo de quase 20 anos encontrei caracóis em menus de restaurantes com uma cozinha criativa, de autor... (isto de pôr nomes é complicado!) e comi os respetivos pratos.

 

Depois procurei fotos. Não foi fácil, não sou muito arrumada com os ficheiros no computador e nalguns casos as fotos têm mais de 10 anos... é o caso da foto acima de um prato do Luís Baena que comi em 2006 em Catralvos. O Caracol de Caracóis. (Que saudades me deu! Adorava lá ir, a cozinha do Luís Baena foi de facto uma pedrada no charco. Culta, com sentido de humor... única. Abriu certamente caminho para muito do que se faz agora. Que saudades!)

 

Menos de um ano antes tinha ido ao The Fat Duck e tinha comido o famoso Snail Porridge, Joselito Ham, Shaved Fennel, aqui num foto roubada da net:

snail porridge.jpg

 

É que fui procurar se tinha alguma foto minha e descobri que há 12 anos já tirava fotos do que comia, mas tal como agora a maior parte das vezes mázinha (a habilidade não melhorou) e por vezes quando me lembro é tarde... a foto que tirei para marcar o momento foi esta:

 

HB caracol.jpg

 

Mais recentemente, em 2014, comi no Boi-Cavalo um outro prato com caracóis:

 

17286022_i6dKE.jpeg

Coelho a baixa temperatura, molho de pimentos, salada de caracóis

 

Mas antes, em 2012 tinha comido no Hotel Valle-Flor do Hotel Pestana Palace um Bacalhau com Ovas de Caracol e Estufadinho de Caracóis. Deste não tenho fotos, mas gostei bastante do prato, que comi com algum entusiasmo, pois foi a primeira, e única vez, que comi ovas de caracol.

 

Mas eu disse que me lembrava de 5 pratos e ainda só referi 4. Aquele que me lembro mais vezes, eventualmente por ser o primeiro prato com caracóis que comi, penso que ainda no final dos anos 90, foi um prato do Joaquim Figueiredo que ele servia no Café da Lapa, a Trouxa de Caracóis com Pequeno Guisado de Tomate e Manteiga de Alho. O Joaquim Figueirdo publicou a receita, de modo que de tempos em tempos faço um versão do dito prato. No meio de tanta reflexão dei comigo a ir buscar o livro. Até tinha em casa tudo o que precisava... e o jantar foi... isso mesmo, Trouxa de Caracóis com Pequeno Guisado de Tomate e Manteiga de Alho. O meu jeito para decorar pratos é nulo, visualmente estava longe do original, mas soube-me bem.

 

IMG_20170624_210945.jpg

 

 

 

5 comentários

Comentar post