Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Assins & Assados

Menus com pratos veganos saborosos e variados precisam-se!

por Paulina Mata, em 19.08.16

IMG_3945.jpg

 

verde escuro.jpg

 

Quando as coisas nos tocam passamos a dar mais atenção a aspectos que antes nos passavam despercebidos. Tendo uma filha vegana, agora quando olho para uma carta num restaurante vejo sempre que opções veganas existem. Cada vez é mais frequente existirem opções vegetarianas, mas em geral com queijo, veganas já aparecem por cá, mas são raras. O número de pessoas vegetarianas e veganas é cada vez maior e é um mercado que não pode ser esquecido.

 

Não, não me venham dizer: "Mas se fôr preciso, nós fazemos qualquer coisa!". Têm que ser tratados como os outros, com mais do que uma opção, com pratos devidamente pensados. Há tempos num restaurante, quando perguntei se havia alguma opção vegetariana, até me disseram: "Nos pratos não, nas entradas há umas coisas, às vezes pedem mais do que uma entrada." Antes de eu ter tempo de referir que tudo tinha queijo, a pessoa em causa disse: "Agora há uns, os veganos, para esses não temos nada. Esses é melhor comerem em casa." Pois! Mas não pode ser assim...

 

Além disso, esses pratos podem ser também a opção para muitas outras pessoas que naquele dia querem algo sem carne, peixe, ovos ou queijo... Quando estou com a minha filha como muito frequentemente o mesmo que ela. E não me dou mal. A primeira foto refere-se a um almoço que fizemos há dias. A foto que se segue a um outro também recente.

 

IMG_20160803_144323.jpg

 

Pratos apetitosos, saborosos e variados!

2 comentários

  • Imagem de perfil

    De Paulina Mata a 19.08.2016 às 13:27

    Penso que o que diz pressupõe que sejam necessários ingredientes especiais ou técnicas especiais, o que não é o caso.

    Penso que é preciso alguma formação, para não acontecerem casos como por vezes acontecem em que por exemplo vão ao tacho da feijoada e tiram um pedaço removendo apenas a carne.

    De facto no nosso receituário tradicional há muita coisa sem carne ou peixe. Basta não usarem banha ou manteiga (o que muitas vezes nem faz parte) ou caldos de carne. Ou não porem o chouriço do caldo verde na panela.

    As nossas sopas de legumes em geral, a enorme variedade de arrozes que temos (de cenoura, feijão, grelos... - porquê sempre um risotto com queijo e manteiga?). Mas há muito mais - abóbora guisada, cogumelos salteados, esparregado, peixinhos da horta, abóbora ou beringelas passadas por um polme (basta ter o cuidado de fazer um polme sem ovos), salada de favas, salada de feijão frade ou grão (sem ovo).

    Por curiosidade peguei no livro Cozinha Tradicional Portuguesa de Maria de Lourdes Modesto e há várias coisas. Sem ser exaustiva, alguns exemplos:

    Batatas na Sertã, Batatas de Caçoila à Moda de Fornos, Esparregado de Feijão Verde, Míscaros à Moda da Beira Alta (Beira Alta)
    Batatas de Rebolão, Bolo de Batata e Favas de Azeite (Ribatejo)
    Feijão verde à Alentejana
    Conserva de Cenouras, Salada de Tomate Assado (Algarve)

    Nos doces não é tão fácil, mas há sempre a fruta, uma salada de frutas, uma pêra bêbeda... e também alguns doces tradicionais como os Figos Cheios ou o Morgado de Figo do Algarve.

    Haja vontade e sensibilidade para isso...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.